Saúde

Em Brasília, novo modelo de academia terapêutica ajuda na recuperação de cirurgias

Entre os objetivos da B-Active está tratar pessoas com lesões e propor exercícios que facilitem o dia a dia e amenizem as dores

Há quatro anos Sandra Rosa Araújo, de 63 anos, passou por uma cirurgia de coluna. A auxiliar administrativo conta que foi aconselhada pelos médicos a fazer fisioterapia, mas não achou necessário. Desde então, ela começou a ter muita dificuldade para levantar sozinha, escorar e até mesmo cruzar as pernas.

A situação mudou complemente desde o mês passado, quando a idosa se matriculou em uma academia com proposta diferente das convencionais. Brasília recebeu no último mês uma academia terapêutica, a B-Active, que tem entre os objetivos tratar pessoas com lesões e propor exercícios que tornem o dia a dia mais simples e produtivo.

"Já me sinto muito melhor, sem dificuldade para cruzar minhas pernas e consigo levantar sozinha. Há um tempo eu fui levantar um prato e perdi minhas forças, eu não conseguia pegar uma panela com comida e agora eu consigo", relata Sandra.

Quem a acompanha de perto é a fisioterapeuta Aline Cunha Maciel Schmidt. Segundo Aline, quando a idosa chegou à B-Active estava muito fraca. "Ela reclamava de várias dores articulares e começamos a fazer um trabalho de musculação para ganho de força. Ela vem três vezes por semana e intercalamos as sessões para trabalhar o maior número de grupos musculares possíveis".

"Isso melhora a independência dela, outro dia a Sandra contou que conseguiu levantar de uma cadeira sem a ajuda dos filhos. Melhorando a independência melhora também a autoestima e o psicológico e com isso ela vem para o tratamento com mais disposição, pois ela percebe os benefícios da fisioterapia no dia a dia dela", ressalta Aline.

O médico ortopedista e subespecialista em cirurgia de coluna Rodrigo Souza Lima complementa. "Quando o paciente se submete a uma cirurgia, a musculatura das costas sofre uma lesão que é necessária para exportar a coluna vertebral. Então é preciso ficar um tempo de repouso, enquanto essa musculatura cicatriza. Após esse período, aconselhamos a fisioterapia para recuperar essa musculatura", finaliza.

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2015, divulgados no ano passado, mostraram que menos de 40% dos brasileiros costumam fazer algum exercício físico com regularidade. Outra pesquisa, do Ministério da Saúde comprovou que os brasilienses se exercitam mais que outros brasileiros. Dos entrevistados, 60,7% garantiu praticar pelo menos duas horas e meia de atividade física por semana.

 

CONTATO

O GRUPO

ANUNCIE

DIVULGUE

Rua: Francisco Luis de Souza Junior, 398

Água Branca, São Paulo

11 3641 7860 - 98260 9162

contato@mostradeideias.com.br

Nossas Redes

Search